lista de seguidores

terça-feira, 5 de março de 2013

Pastor Silas Malafaia critica atuação de Confederação de Conselhos de Pastores e questiona: “Vão trabalhar para o diabo?”

Pastor Silas Malafaia critica atuação de Confederação de Conselhos de Pastores e questiona: “Vão trabalhar para o diabo?”Em seu programa, “Vitória em Cristo”, desse sábado, o pastor Silas Malafaia falou, entre outros assuntos, sobre a Confederação dos Conselhos de Pastores e Evangélicos do Brasil (CONCEPAB), afirmando se tratar de um grupo que se auto intitula como representante dos evangélicos brasileiros para receber benesses de autoridades.

Comentando sobre uma proposta do grupo em regulamentar a abertura de igrejas evangélicas no país, Malafaia questionou se com isso a CONCEPAB pretendia “trabalhar para o diabo”, por querer controlar as igrejas. Malafaia minimizou ainda a representatividade da Confederação, que ele diz ser formada por de “ilustríssimos desconhecidos”, afirmando que o país não tem representante máximo dos evangélicos.
- O Brasil não tem representante máximo dos evangélicos. Eu sou um dos… Não sou o maior, não sou o único e não sou o mais. Eu sou um dos líderes. O Brasil evangélico não tem papa e não tem ninguém que nos represente máximo (sic). – afirmou Malafaia, que afirma que o grupo é uma “arapuca para arrumar problema para a igreja evangélica brasileira”.
- Esses caras não tem autonomia para fundar confederação de pastores, de conselho de pastores. É um absurdo da safadeza e da imoralidade – declarou o pastor, que criticou a suposta colocação política do grupo acima do Conselho Nacional de Pastores, entidade da qual ele é membro.
Citando ainda um suposto projeto de um deputado, cujo nome não revelou, para criar um conselho oficial de pastores no Brasil, Malafaia afirmou que essas iniciativas são oriundas de representantes de políticos da esquerda que não suportam e odeiam o crescimento do número de evangélicos no país.
Essa não é a primeira vez que Silas Malafaia ataca a CONCEPAB. Recentemente o pastor criticou uma reunião entre uma comissão formada por líderes da Confederação com Amauri Soares, diretor da TV Globo, na qual foram negociadas diretrizes para aproximar a emissora dos consumidores evangélicos. Na ocasião, Malafaia afirmou que ninguém “teve mais contato com a Globo” que ele, em uma declaração que, segundo a blogueira Vera Siqueira, seria uma tentativa de se enaltecer e desmerecer a atuação da Confederação.
- Não vamos aceitar. Querem controlar igreja, e querem controlar pastor. Eu estou amparado pela Constituição e aconselho nenhum pastor a pertencer à Confederação de Conselho de Pastores. Não tem legalidade moral e espiritual para nos representar. É uma vergonha, uma verdadeira safadeza – finalizou Malafaia, afirmando saber quem é o líder que estaria por trás da Confederação, que ele classificou como uma cachorrada.
Por Dan Martins,
Fique bem Informado....
 Deixe seu comentário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas