lista de seguidores

domingo, 13 de janeiro de 2013

Coreia do Norte é novamente maior perseguidor de cristãos do mundo, veja a o ranking dos países



A missão Portas abertas publicou uma lista com 50 países que mais oprimem cristãos. O levantamento foi feito com base nas experiências de campo da missão.

Classificação de Países por Perseguição (World Watch List – WWL) trouxe resultados diferentes em 2013. O relatório considera dois aspectos da perseguição religiosa: o contexto da perseguição e as diferenças de perseguição de acordo com as comunidades.

Ao final da pesquisa, foram classificados os 50 países mais intolerantes à fé cristã.

Mali, Tanzânia, Quênia, Uganda e Niger entraram neste ano para a lista. “A boa notícia é que a perseguição tende a estar relacionada com o crescimento e o testemunho. E refina e fortalece a fé dos cristãos, não o oposto. Ou seja, o aumento das pressões contra o cristianismo mostra que a Igreja está crescendo”, afirma Missão Portas Abertas.

O país que ficou em primeiro lugar na lista foi a Coreia do Norte, com a classificação de perseguição ilimitada. Essa posição do ranking já é da Coreia há 11 anos consecutivos. Em mais de uma década, a perseguição não diminuiu em relação a outros, conforme pesquisa revela.

Outros países também tiveram suas posições elevadas. É o caso da Síria que subiu 25 posições, da Etiópia que subiu 23 e da Líbia com 9 posições acima. “Isso significa que a perseguição nesses países se intensificou”, afirma pesquisa.

Outro país que subiu de posição foi o Iraque, que está nos primeiros cinco da lista, pulando da 9ª para a 4ª posição dentre os cinquenta países. Lá cristãos têm sido perseguidos notavelmente desde 2003, quando houve a invasão liderada pelos Estados Unidos que derrubou o regime de Saddam Hussein. Desde então os cristãos têm sido alvo constante de grupos radicais islâmicos que atuam no país.

Outros países também saíram da lista, como é o caso de Cuba, Bangladesh, Chechênia, Turquia e Belarus. Porém, isso não significa que nestes não há perseguição. A missão pediu que estes países também fossem alvos de oração, já que a intolerância ainda continua. “Alguns países deixaram o ranking, mas não devem sair da sua lista de orações, já que a perseguição não acabou”.

Veja a seguir a Classificação de Países por Perseguição em 2013:


Deixe seu comentário no IPRVida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas